quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Doh!

Tive a infeliz idéia de assistir "The lovely bones" hoje de madrugada, pois estava com dificuldades para dormir. Pois bem. Depois de quase duas horas acompanhando Susie Salmon narrar a vida de sua família e assassino, enquanto habita uma espécie de limbo psicodélico, eu termino o filme com a cara mais azeda possível, vendo garotinhas se abraçarem felizes de baixo de uma árvore: "Aaaii, você foi morta pelo mesmo assassino psicopata que eu então! Que legaaal! Vamos superar isso juntas na terra do arco íris!"

Elas não falaram isso, mas eu senti isso...

Pra que estudar espiritísmo quando existe a fé em um paraíso lisérgico?

4 comentários:

Lúcia disse...

Esse é mais um pra minha lista "não vi e não gostei". É preconceito meu, mas o pôster tinha algo de la vie en rose demais pra mim.

Martini disse...

hahaha. eu tb sou preconceituosa a esse ponto. mas neste caso eu não sabia de nada. gostei do título e até o último instante eu pensei que lovely bones tinha a ver com os ossos da guria escondidos no cofre...
mas ah, eu não teria assistido uma vida iluminada, se fosse julgar pela capa. e achei maravilhoso!

Anônimo disse...

eu diria "para que estudar espiritismo?..." apenas
xD

Martini disse...

well boy, se não te agrada, melhor guardar comentários pejorativos para você mesmo.
afinal, cada um tem o direito de escolher o que estudar e no que acreditar, não?