domingo, 10 de outubro de 2010

Baixei várias discografias novas para minha biblioteca. Um pouco de alimento para a alma depois de me desfazer de tantas coisas incompatíveis com o presente. Mas tudo fez parte de mim, naqueles tempos em que os saltos me levavam ao êxtase limitado de uma pista de dança. Eu de saltos. Não vou negar. Fica na lembrança, longe do espaço tangível.

Longe do agora.

Nenhum comentário: